Coritiba fica na frente três vezes, mas cede empate ao Cuiabá
30/10/2019 05:29 em Esportes

Em um jogo disputado e de seis gols, com quatro deles surgindo de bolas aéreas, o Coritiba ficou no empate com o Cuiabá, em 3 a 3, na noite desta terça-feira (29), na Arena Pantanal, e perdeu a chance de assumir a terceira colocação da Série B no jogo atrasado da 24ª rodada da competição.

 

Com o resultado, o Coxa foi aos 49 pontos e segue na quarta colocação, atrás do Atlético-GO, com 50. Na próxima rodada, a equipe visita o Botafogo-SP, na próxima sexta-feira (01), às 19h15, no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto-SP, pela 32ª rodada do campeonato.

O jogo

Precisando vencer para se firmar ainda mais no G4 e assumir a terceira colocação, o Coritiba viu o adversário ter mais posse de bola no primeiro tempo, mas apostou na bola parada como estratégia para surpreender o Cuiabá. A receita deu certo, aos 18 minutos, em cobrança de falta de Giovanni para a área que Serginho desviou de cabeça para abrir o placar.

Com as duas equipes se estudando e construindo pouco, o empate do time da casa veio em um lance bastante parecido. Aos 23, Jean Patrick cobrou falta a meia altura e Paulinho se abaixou para desviar e surpreender Alex Muralha: 1 a 1.

Mas foi o Alviverde quem levou a melhor no duelo das bolas paradas da etapa inicial. Aos 31, Rafinha cobrou escanteio na área e o artilheiro Rodrigão subiu mais que a defesa para marcar o segundo e gol e voltar a balançar as redes após 69 dias de jejum.

O contexto que marcou da primeira parte do jogo, se repetiu no início do segundo tempo. Aos quatro minutos, novamente na bola parada, o Cuiabá chegou ao empate. Jean Patrick, novamente, levantou na área, a defesa falhou e Jefinho deixou tudo igual.

Após o empate do time da casa, a partida voltou a esfriar e os times seguiram sem criar. Em um dos poucos lances trabalhados, o Coritiba chegou ao terceiro gol, aos 19 minutos da etapa final. A jogada nasceu de chutão, mas chegou até Rafinha, que driblou a marcação e cruzou para Robson. O atacante dominou no peito, ajeitou e bateu forte, sem chances para Matheus Nogueira.

 

Precisando correr atrás do prejuízo, o Cuiabá encontrou uma defesa firme, que fechou os espaços. Coube então ao time de Marcelo Chamusca arriscar de longa distância. Jean Patrick tentou duas vezes e assustou. Mas, aos 38 minutos, Escudero bateu colocado, da entrada da área, e marcou o gol de empate, que deu números finais ao duelo.

COMENTÁRIOS